Torcedores comemoram vitória do Brasil nas ruas de Manaus

0
4650

A torcida sofreu, mas a primeira vitória do Brasil finalmente veio na Copa do Mundo da Rússia. Nesta sexta-feira, 22/6, em Manaus, milhares de torcedores se reuniram nas ruas, nas galerias populares, no Shopping Phelippe Daou, na zona Leste, e no Anfiteatro da Ponta Negra, zona Oeste, para vibrar com a seleção canarinho.

No total foram 12 pontos de transmissão apoiados pela Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult). No Anfiteatro da Ponta Negra, famílias, idosos e muitas crianças acompanharam o momento de gol do Brasil, que saiu somente no final do jogo. Nem mesmo a chuva no início da manhã atrapalhou o público que se aglomerou na arquibancada assim que o sol saiu, por volta das 8h15.

A paisagem atraiu até mesmo famílias de pontos de transmissão tradicionais da cidade, como o Morro da Liberdade. “O clima aqui está muito gostoso e é diferente pra mim. A melhor coisa foi essa vitória. Estava com o grito preso na garganta e o segundo gol aliviou isso”, afirmou o gráfico, Gilson Castro, 63, que levou esposa e sogra para torcer na Ponta Negra.

A animação na rua 3 da Alvorada, zona Oeste, começou ao som da escola de samba Unidos da Alvorada, que aqueceu a galera para torcer pela seleção. Larissa Alves, moradora do bairro há mais de 20 anos, disse se sentir privilegiada com a união da comunidade para fazer uma rua tão bonita. “Acho muito bacana ver que a comunidade se reúne para fazer uma festa bonita. Hoje mesmo acordamos ao som da escola da samba do bairro, nos reunimos para tomarmos café juntos e torcer pelo Brasil. Nem mesmo a chuva vai nos afastar da torcida na rua”, declarou.

O gaúcho Augusto Sancro, que veio a Manaus a trabalho na semana dos jogos do Brasil, se disse surpreso com a animação dos manauenses e se sentiu convidado a assistir o jogo em uma das ruas mais tradicionais da Copa em Manaus. “O calor dos torcedores é contagiante. Desde cedo no aquecimento, nem a chuva estragou a animação. Sem contar na decoração que vai de uma ponta a outra, tudo muito bem feito, fruto da união da comunidade. Que experiência incrível”, contou. A rua tem aproximadamente 300 metros de bandeirolas.

Ainda na zona Oeste, para começar a sexta-feira com o pé direito na torcida pela a seleção, os moradores da rua Santa Isabel, Vila da Prata, levaram o café da manhã e a animação para a rua. Para esquentar o estômago antes do jogo, os moradores combinaram um café comunitário, aquecimento perfeito para o jogo, que começou às 8h.

Zona Leste

Na zona Leste o ponto de encontro foi no Shopping Phelippe Daou, Jorge Teixeira. A dona de casa Ruth Silva acordou cedo para assistir a disputa no mundial. “Foi a melhor coisa que fizeram para as pessoas do Viver Melhor 2. Esse telão é maravilhoso para a gente assistir o jogo do Brasil”, comentou.

Já William Silva, permissionário no shopping, disse que os torcedores apoiaram a transmissão do jogo no local. “Muito bom torcer aqui com esse telão, as pessoas aderiram, os permissionários gostaram muito dessa ideia. Estamos aqui para torcer e que a vitória chegue”, declarou.

No São José 2, moradores da rua 25, montaram barraquinhas para a comercialização de alimentos e bebidas durante o jogo. “Além de torcer pelo nosso Brasil na Copa, a gente aproveita pra comercializar os famosos petiscos. Quem vem prestigiar a rua e assistir aos jogos adora”, disse Cida Araújo, comerciante e moradora do bairro.

Ainda na Zona Leste, no Coroado, sorteios e bolão para acertar o placar do jogo agitaram o intervalo para o segundo tempo da partida entre Brasil e Costa Rica, na rua Ouro Preto, em frente ao Centro de Desenvolvimento da Comunidade (CDC) do bairro. O  presidente do CDC do Coroado, Ronildo Souza, informou que a comunidade tem prestigiado a rua, que pela primeira vez recebeu o apoio da Prefeitura de Manaus, por meio da Manauscult. “É novidade ainda, mas estamos muito felizes! Nos reunimos nos jogos para mandar boas energias para a seleção brasileira”, salientou.

Centro

No centro da cidade os pontos de encontro dos torcedores foram as ruas Leonardo Malcher, Santa Isabel e a galeria Espírito Santo. A estudante Tayanara Fernanda foi pela primeira assistir ao jogo na rua Leonardo Malcher. “Achei ótimo. A primeira vez que estou vindo aqui assistir, tiveram a criatividade de botar o telão para assistir o jogo e torcer pela nossa seleção”, declarou.

Já na galeria Espírito Santo, o vendedor Ivan Serrão disse que o local é uma ótima opção para quem está pelo Centro. “Foi ótimo acordar e vir pro Centro. E aqui está movimentado onde tem telão, foi uma iniciativa muito boa do prefeito”, avaliou.

Na rua Santa Isabel, a dona de casa Suziele Souza acertou o placar da partida e falou sobre o local que escolheu para assistir o jogo. “A família toda veio do Prosamim para assistir o jogo aqui e torcer para o Brasil que vai ganhar de 2×0. É uma maravilha, sem briga, sem confusão e depois ainda tem pagode”, festejou a dona de casa.

Zona Sul

Nem só com moradores da comunidade as ruas da Copa são prestigiadas. Os 252 metros de bandeirolas da rua 24 de agosto, no Morro da Liberdade, costumam receber torcedores das cinco zonas de Manaus, além de turistas. Tainara Silva, da Cidade Nova, acordou cedinho pra ir prestigiar o Brasil no Morro da Liberdade. “Eu tenho visitado as ruas da Copa e essa daqui eu adorei. Sinto-me segura, abraçada. Tem as barraquinhas com comidas e bebidas também, vários pontos pra assistir o jogo. É muito legal”, festejou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here