Torcedores lotam espaços públicos e comemoram classificação do Brasil

0
8149

Com dois gols sobre a seleção sérvia, o Brasil garantiu classificação para as oitavas de final da Copa do Mundo 2018. Na tarde desta quarta-feira, 27/6, mesmo com o forte calor, o público lotou as oito Ruas da Copa, o Anfiteatro do Complexo Turístico Ponta Negra, na zona Oeste, o Shopping Phelippe Daou, na zona Leste, e a Galeria Popular Espírito Santo, no Centro, e vibrou junto durante a partida.

Foram onze pontos de transmissão do jogo distribuídos pela cidade, todos apoiados pela Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult). Na Ponta Negra, tradicional ponto turístico da capital, a exibição da partida reuniu muitas famílias em clima de confraternização.

O estudante John Deyson, 18, foi acompanhado da família de 15 pessoas, entre pais, irmãos, tios e primos, para torcer no Anfiteatro. “Meu pai trabalhou de manhã e minha mãe providenciou uma macarronada para todos nós almoçarmos juntos aqui. Estamos confiantes de que essa Copa é do Brasil”, afirmou.

O diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, destacou que todos os pontos de transmissão também já têm garantida a exibição do próximo jogo da Seleção Brasileira. “Ver a Ponta Negra nessa tarde ensolarada lotada de famílias que vieram acompanhar essa partida é muito bonito. Além disso, temos oito Ruas da Copa, contempladas por edital, que têm registrado público recorde”, disse.

“Todos esses pontos, além da Galeria Popular e do Shopping Phelippe Daou, continuarão contando com estrutura adequada para as próximas partidas, e, a partir de agora, a Prefeitura deverá intensificar a transmissão dos jogos, se preparando para receber o público na Ponta Negra até a final, caso o Brasil seja vitorioso, e espero que seja”, completou o diretor-presidente da Manauscult.

Zona Sul

Ao som da bateria “furiosa”, da Escola de Samba Reino Unido da Liberdade, a rua 24 de Agosto, no Morro da Liberdade, comemorou intensamente a vitória do Brasil. Além da bateria, banda de forró e DJ fizeram a alegria dos moradores e visitantes do local.

Os parintinenses Antônio Marcos e Israel Moura celebraram os gols em um dos pontos de concentração da rua. “O legal do Morro é que, além do telão principal, a gente consegue assistir aos jogos em vários bares espalhados pela rua, e, nesse calor, qualquer coisa gelada é bem-vinda pra comemorar. Que venham mais jogos assim!”, comentou Antônio.

Centro

A festa na rua Santa Isabel, com pontos de transmissão em dois trechos diferentes, no Centro e Praça 14, foi marcada por crianças felizes na companhia dos pais e encontros de amigos e moradores contentes, todos vestindo as cores da Copa.

Morador há mais de 30 anos do local, o torcedor Nonato Tavares garantiu que a animação na rua começa antes mesmo do jogo. “Nos reunimos já no aquecimento, e juntamos família e amigos pra assistirmos os jogos unidos, em uma torcida só. Quanto mais energia positiva, melhor”. A vitória da Seleção Brasileira foi comemorada no local com bandas de forró, pagode e brega.

Já na avenida Leonardo Malcher, também no Centro, os organizadores Zezinho Vascaíno e Semone Santos estavam empenhados em garantir a alegria e segurança dos torcedores. “Eu gosto de ver a comunidade se reunindo para assistir aos jogos, alegres, se sentindo confortáveis e seguros. A gente comercializa alguns comes e bebes, mas eu sempre fico de olho pra saber se estão fazendo do jeitinho certo, tudo pra garantir o sucesso do evento e comemorar a vitória da nossa seleção com felicidade!”, afirmou Semone.

Zona Centro-Oeste

A quarta-feira com cara de domingo também alegrou os torcedores que escolheram a rua 3 do bairro Alvorada para prestigiar a Seleção Brasileira. O farmacêutico Murilo Silva saiu do trabalho mais cedo pra acompanhar a partida junto com amigos moradores do bairro. Com a esposa e o filho, eles torceram pela vitória do Brasil. “Esses meus amigos sempre fazem algo no dia dos jogos, é almoço, café, não importa o horário, sempre tem festa!”, contou. No palco, a festa da vitória ficou por conta da bateria da Alvorada e bandas locais.

Zona Leste

Mesmo com o sol, a comunidade do Coroado pôde prestigiar a partida com muita empolgação. O telão instalado na rua Ouro Preto levou o sonho do hexa à população. A técnica em enfermagem Mel Cavalcante, que também é rainha de bateria da Mocidade Independente do Coroado, assistiu ao jogo acompanhada de seu esposo, e se mostrou entusiasmada com a transmissão na rua de sua casa.”Estamos na expectativa para a vitória do nosso time, e se o Brasil sair vitorioso, a escola de samba vai tocar aqui na rua”, destacou a sambista.

Os moradores da zona Leste também assistiram ao jogo da Seleção no Shopping Phelippe Daou, na avenida Camapuã, no Jorge Teixeira. A programação animou os torcedores e lojistas, após o primeiro gol do Brasil, como conta o permissionário Willian Melo. “É sempre um prazer receber eventos como esse aqui no Shopping, pois, além de toda a festividade, aumenta bastante a movimentação. A Prefeitura está de parabéns”, agradeceu.

Já os moradores do bairro São José fizeram da rua 25 seu ponto de encontro para a partida de futebol. Milhares de pessoas se aglomeraram no local para acompanhar a transmissão e fazer as tão populares “selfies” da Copa, na rua enfeitada com bandeirolas.

A manicure Ianny Bispo aproveitou o evento para curtir o ponto facultativo junto à sua família. “É bom vir com o marido e familiares para um programa como esse, que gera bons momentos para a nossa história. Copa do Mundo é uma época muito alegre para mim”, ressaltou.

Zona Oeste

E após a vitória do Brasil, de dois a zero, os moradores do bairro Vila da Prata festejaram na rua Santa Isabel. Com a finalização da partida, bandas locais agitaram a rua. A estudante de administração Jéssica Dias comemorou a vitória da Seleção Brasileira com muito samba no pé. “Sentir o gosto da vitória e ainda poder me divertir é sensacional. Eu espero que nos outros jogos seja da mesma forma”, contou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here