Alunos da rede municipal recebem imunização contra o sarampo

0
7946

Prefeitura Municipal de Manaus, buscando redobrar os esforços para imunizar a população contra o sarampo, está vacinando os alunos da rede municipal, em uma ação conjunta entre as secretarias municipais de Educação (Semed) e de Saúde (Semsa). As escolas da rede municipal estão, desde o mês de julho, recebendo equipes dos Distritos de Saúde (Disas) para a verificação do cartão de vacinação das crianças e adolescentes e dos funcionários da unidade. Estão aptos a receber a vacina pessoas de seis meses a 49 anos.

As escolas têm trabalhado na mobilização desses estudantes, buscando junto aos pais autorização para que aqueles alunos que ainda não estiverem imunizados recebam as doses necessárias. Semed e Semsa têm trabalhado com um cronograma de atendimento em que, diariamente, as unidades de ensino recebem os agentes de saúde.

A assessora da Gerência de Atividades Complementares e Programas Especiais (Gacpe), Lourdes Souza, explicou como é importante a participação da comunidade. “É necessário que esse cartão chegue às escolas. Aí em outra data, agendada pela equipe de saúde, eles voltam à escola para vacinar os alunos que precisam, servidores e até a comunidade em geral. Todas as escolas de todas as zonas estão nesse movimento”, infomrou.

A diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae) da Semsa, Marinélia Ferreira, explicou os critérios para a escolha das unidades que estão sendo atendidas pelos agentes das Disas.

“As escolhas das escolas se deram a partir dos bairros prioritários, com número de casos confirmados e suspeitos e aí se fez todo um panorama e fizemos a seleção dentro dos Distritos de Saúde. Sempre lembrando que essa vacina que está sendo feita nas escolas está sendo feita a partir das informações do cartão de vacinação das crianças”, observou.

Nesta segunda-feira, 6/8, a ação ocorreu na Escola Municipal República do México, no bairro Flores, zona Centro-Sul. De um universo de 299 alunos, apenas 11 precisavam receber as vacinas, os outros já haviam sido imunizados anteriormente, o que mostra que o trabalho que a prefeitura vem fazendo está sendo eficiente.

A gestora da unidade, Lucymeire Rocha Braga, reforçou a importância da mobilização realizada pelas escolas e da participação das comunidades. Segundo ela, até o dia da vacinação, foi realizada uma semana de mobilização entre pais e responsáveis.

“Na segunda-feira passada iniciamos a sensibilização com os pais, encaminhamos um comunicado falando da necessidade de trazer o cartão de vacina, ainda que a criança tivesse sido vacinada. A equipe da Semsa esteve conosco fazendo o que eles chamam de varredura, em que analisaram os cartões de todos os alunos, definindo o dia de vacinação. Os pais reagiram positivamente, porque perceberam que a escola está preocupada com a saúde dos filhos deles”, salientou.

Para a professora Josiete Pereira, o fato de a ação chegar à escola é fundamental. “Tem gente que não consegue ir até uma UBS e tendo esse serviço na escola facilita muito para alguns pais e mães. Então essa campanha é extremamente importante”, pontuou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here