Aposentados do município iniciam curso de fotografia

0
2892

Manaus Previdência iniciou nesta terça-feira, 11/09, o curso de Noções em Fotografia voltado para pensionistas e aposentados. As aulas acontecerão na sede da instituição, na Chapada, zona Centro-Sul, duas vezes na semana, às terças e quintas, sob o comando da professora Cristina Almeida. “A intenção é promover o acesso deste público à técnica da fotografia, seja por aparelho celular ou uma máquina fotográfica”, informa a coordenadora do Setor Psicossocial da autarquia, Darla Gondim.

Realizado em parceria com a Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), o curso é uma novidade para o público da terceira idade, que preencheu as 20 vagas oferecidas. “Temos lista de espera. Caso haja desistência, vamos convocar outros segurados”, avisa Gondim, lembrando que ainda há vagas para o próximo curso da autarquia, o de Libras, que inicia no dia 4 de outubro.

A expectativa do aproveitamento do curso por parte dos segurados é a melhor possível, na avaliação da diretora do Departamento de Educação e Aperfeiçoamento da Espi, Jeânia Bezerra. “É uma experiência única que estamos oferecendo aos pensionistas e aposentados. Uma capacitação mais procurada por jovens, geralmente”, observa. “Aqui, vão aprender desde a história da fotografia às técnicas disponíveis em câmeras e celulares”, adianta.

As inscrições para este e outros cursos da Manaus Previdência são realizadas na sede da autarquia, localizada na avenida Constantino Nery, 2.480, Chapada, das 8h às 14h. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (92) 3186-8000 ou pelo webchat http://manausprevidencia.manaus.am.gov.br/, ambos de segunda a sexta, das 8h às 17h.

Hobby

Tornar a fotografia um hobby foi a motivação da aposentada Sílvia Maria Ferreira, 54, para aprender mais sobre a técnica. “A primeira aula foi bem dinâmica e construtiva”, avalia. “A professora demonstrou bom domínio do assunto e isso faz com que a gente se interesse cada vez mais”, declara.

Utilizando um celular como máquina fotográfica, Sílvia admite não saber utilizar todos os recursos do aparelho, mas espera conhecer melhor o equipamento a partir das aulas. “Sempre gostei de registrar vários momentos familiares e sociais. Agora, minhas fotos vão apresentar uma melhor qualidade técnica”, assegura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here