Feira de Ciências da rede municipal tem exposição de mais de 30 projetos científicos

0
861

Trinta e cinco projetos científicos foram expostos durante a 6ª edição da Feira de Ciências, Tecnologia e Educação Ambiental da rede municipal de ensino, que neste ano tem como tema “Ciência para Redução das Desigualdades: Projetos Educacionais Sustentáveis”. O evento aconteceu nesta sexta-feira, 30/11, na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), localizada na avenida Maceió, zona Centro-Sul de Manaus.

O evento, organizado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), contou com a participação de mais de 200 alunos nas modalidades da Educação Infantil, Ensino Fundamental 1 e 2, Educação Especial, Educação de Jovens e Adultos (EJA) 1° e 2° segmentos e Educação Indígena.

Os trabalhos apresentados na feira tiveram de passar por outras etapas, como a classificação nas Divisões Distritais Zonais (DDZs) da secretaria. A subsecretária de Gestão Educacional, Euzeni Araújo, participou do evento, visitando todos os estandes e destacou a valorização que a Prefeitura de Manaus dá ao estudo científico.

“A prefeitura tem apostado em uma educação de qualidade e a Semed tem o papel de traçar metas e objetivos para que isso seja alcançado. Nossos alunos desenvolveram durante todo o ano letivo projetos científicos visando a sustentabilidade do Meio Ambiente. O aprendizado não fica só na escola, eles levam para a família e para a comunidade. Com isso, no futuro, teremos pessoas mais preocupadas com o tema”, explicou Euzeni.

Os trabalhos foram avaliados por uma comissão de 17 professores das redes municipal e estadual de ensino. Cada professor ficou responsável por avaliar individualmente cada projeto. A assessora pedagógica da Educação Especial, Ozivane Santos, ficou surpresa com a organização e desempenho dos alunos da Educação Especial. “Eu estou surpresa com o nível dos trabalhos apresentados, principalmente pelos alunos da Educação Especial. Eles estão superando as suas limitações e estão se apresentando muito bem, explicando como o projeto foi feito, as dificuldades encontradas durante o percurso”, comentou Ozivane.

Premiação

Alunos e professores que alcançarem o 1°, 2º e 3° lugares serão premiados com troféu, medalhas e prêmios variados. Os alunos do 4º e 5º da Escola Municipal Escritor Lima Barreto, no Tarumã, zona Oeste, desenvolveram o projeto voltado para o uso racional da energia elétrica.

De acordo com a estudante do 5° ano, Lyz Brenda Frota, 10, a ideia do estudo se deu após discussões dentro de sala sobre o desperdício da energia elétrica em casa e o prejuízo que isso causaria ao meio ambiente. “Nós vamos compartilhar o que aprendemos com esse projeto. Precisamos diminuir o uso da energia elétrica. Não podemos pensar só na gente, mas em toda sociedade. Eu evito deixar aparelhos elétricos ligados sem necessidade e explico isso para os meus pais”, disse ela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here