Instituto Sidia da Samsung denunciado por assédio moral

0
2606

Valdemir Santana, Presidente do Sindmetal-AM e da CUT (Central Única dos
Trabalhadores), relata que trabalhadores entraram em contato com ele
com várias denúncias de assédio moral que vem sofrendo no Instituto SIDIA
da SAMSUNG, homens e mulheres, inteligentes e profissionais, a maioria
vinda de outros estados do Brasil, tem passado momentos horríveis no
Sidia.
Estes trabalhadores recebem ajuda de custo, e estão se sentindo
vulneráveis, se sujeitando a condições de trabalho humilhantes, que
atingem sua dignidade, tudo isso imposto pela conhecida “NAJA”, que
‘toca’ o terror no Instituto contra esses trabalhadores.
Santana salienta que “por medo de represálias, a maioria dos trabalhadores
se calam perante estas atitudes, não recorrendo aos seus direitos”, ele pede
que todo trabalhador DENUNCIE essa prática, para que tenha seus direitos
assegurados.
Lembrando que este é o Instituto da Empresa Samsung, que em 2018
comprou um hotel por mais de R$ 87 milhões com verbas de P&D (Pesquisa
e Desenvolvimento), destinado a atividades de pesquisa e desenvolvimento
a serem realizadas na Amazônia e que são distribuídas pela
Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa). E como se isso não
bastasse como escândalo, a reforma está saindo por mais de R$ 70 milhões
de reais. Bem que podiam ter investido um mínimo desse dinheiro em com
tratar melhor os trabalhadores!
Santana destaca que “esses incentivos de P&D servem para estimular
investimentos em pesquisa e desenvolvimento tecnológico, não para
comprar hotel”.
Valdemir Santana aguarda o posicionamento da Samsung Seda, empresa
que repassa os recursos ao Instituto Sidia, diante destas denúncias, e que
irá encaminhar as denúncias ao Ministério Público, da Fazenda e SUFRAMA.

 

POSICIONAMENTO DA EMPRESA

O Sidia repudia qualquer forma de assédio e/ou condições impróprias no ambiente corporativo e segue estritamente os princípios éticos definidos por seu código de conduta e ética, difundido em todos os níveis da organização. O Instituto informa ainda que a acusação feita pelo Sindmetal-AM, sindicato com o qual não possui qualquer vínculo, não corresponde à realidade. O Sidia mantém um compromisso com seus colaboradores em lhes proporcionar um ambiente com infraestrutura adequada ao desenvolvimento de projetos inovadores no patamar dos grandes centros de pesquisa e desenvolvimento mundiais e um ambiente saudável, de criação de participação e trabalho em equipe onde os funcionários são ouvidos através de programas All Hands(reunião geral bimestral) e Listen to You (reunião com alguns colaboradores, bimestral para ouvir opiniões e sugestões de melhoria).

Além destes programas, empresa mantém um canal direto com o seu público e trabalha constantemente no aprimoramento das ferramentas de  gestão de pessoas, com um canal decompliance independente, sério e aberto para os colaboradores, fornecedores e demais interessados em denunciar qualquer ato ou fato, sendo a busca da ética e o compromisso com a integridade de seus colaboradores pilares da empresa. Além disso, os colaboradores do Sidia têm atualização e treinamentos periódicos sobre boas práticas no ambiente de trabalho, além de oferecer plenas condições para o desenvolvimento profissional e tecnológico de seus colaboradores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here