Previdência municipal avança na qualificação dos servidores

0
1094

Dezessete servidores da Prefeitura de Manaus, lotados na previdência municipal, vão participar de Curso de Formação da Carreira Previdenciária, no período de 5 de março a 18 de abril. O processo faz parte da integração dos novos servidores, a partir do repasse de orientações estratégicas de governo. O evento é uma realização da Manaus Previdência, em parceria com a Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi).

O curso é composto de 15 módulos, que abrange desde humanização no atendimento a aspectos da legislação previdenciária. “Este será a quarta versão do evento, por onde passaram todos os técnicos e analistas previdenciários nomeados, totalizando 52 pessoas, assim como quatro procuradores autárquicos”, informa o diretor-presidente da Manaus Previdência, Silvino Vieira. “Contamos com o apoio da Espi, que tem expertise na preparação de servidores”, complementa.

Vieira lembra que o curso de formação é apenas o início de uma série de oportunidades que o servidor municipal da previdência terá à disposição para se qualificar cada vez mais. “Essa é uma orientação do prefeito Arthur Virgílio Neto, pois incentivar a qualificação do servidor significa o fortalecimento da instituição”.

Certificação

Resultado recente desse incentivo está na certificação de dois servidores da previdência municipal pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), entidade que representa instituições como bancos, gestoras, corretoras, distribuidoras e administradoras: o superintendente de Investimentos, Flávio Castro, e a técnica previdenciária Carolinne Santos.

Castro acaba de obter a Certificação de Especialista em Investimentos (CEA-Anbima) e Santos, o CPA-10. O CEA certifica profissionais que assessoram os gerentes de contas, podendo indicar produtos de investimento. O CPA-10 reconhece os profissionais que atuam na prospecção ou venda de produtos de investimento diretamente para o público, em agências bancárias ou plataformas de atendimento. “Para mim, a certificação representou um desafio pessoal e uma forma de atender ao compromisso que tenho com a gestão dos investimentos da previdência municipal”, comentou Castro, que também preside o Comitê de Investimentos (Cominv) da instituição. Já Carolinne Santos, que secretaria as reuniões do Cominv e a partir daí se interessou pela área de investimentos, enxerga a certificação como o início de uma série de conquistas, agregando valor à vida profissional. ”Foi mais um desafio superado, uma meta alcançada”, diz.

A certificação de Especialista em Investimentos ainda é muito restrita no País. Segundo o site da Anbima, o quantitativo geral nacional totaliza 3.636. No Amazonas, dados extraoficiais apontam que apenas nove profissionais possuem essa certificação. “Como o mercado financeiro centraliza-se no Sudeste do Brasil, a grande maioria dos profissionais certificados atua lá”, lembra Castro, que já possui os CPAs 10 e 20.

Obtida a CEA-Anbima, Castro adianta que a próxima meta, agora, é obter a aprovação nos dois módulos de outra certificação do mercado financeiro, a de Gestores Anbima (CGA), voltada para quem atua como gestor de fundos de investimentos. “Acredito que quanto mais conhecimento na área, mais acertadas serão as decisões tomadas”, justifica.

Para Santos, o foco é manter-se atualizada, participando de cursos e palestras oferecidos pela autarquia. “E, no futuro, prestar o exame para a CPA-20”, adianta.

Outros servidores da Manaus Previdência já obtiveram suas certificações na área de investimentos: Fernando Krichanã (CPA-20), lotado na Supinv, Ana Sílvia Domingues e Caio Andrade, ambos em CPA-10 e membros do Cominv.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here